Município de Panelas

Município de Panelas

HISTÓRIA DO MUNICÍPIO

Panelas obteve sua autonomia municipal em 18 de maio de 1870 pela Lei Provincial nº 919, tendo sido desmembrado do município de Caruaru e parte do território do município de São Bento do Una.

Localiza-se a uma latitude 08º39'49" sul e a uma longitude 36º00'21" oeste, estando a uma altitude de 532 metros. Sua população estimada em 2004 era de 25.123 habitantes.
O município de Panelas encontra-se no Planalto da Borborema, apresentando relevo ondulado, característico desta unidade. A vegetação nativa é a floresta caducifólia ou subcaducifólia.
O município de está nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Una e os principais tributários são os rios da Chata, Panelas e do Feijão, além dos riachos: Gaiola, da Areia e Duas Barras, alguns de regime intermitente.

Fontes:
«Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008
IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010
«Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014
«Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013
«Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014
Compartilhar